quarta-feira, 31 de outubro de 2012

A Refundação



Sempre que alguma coisa nos corre mal ou ficamos furiosos com alguém, normalmente  somos invadidos por um estado emocional, que a única forma para anestesiar aquela sensação, é soltar  um daqueles palavrões socialmente proibidos e que por isso mesmo ficamos indecisos entre o alívio que sentimos, através do palavrão, ou engolir o que temos para dizer, devido à censura daqueles que nos rodeiam.

Felizmente existem algumas palavras de substituição que, embora não seja a mesma coisa, sempre dá para atenuar a ira do momento. É por isso que passamos a vida a ouvir coisas do tipo: "Fosca-se que já me aleijei" ou " Cum Carago pá, Fogo, dá à sola" ou ainda "Fonix!!!, este gajo é uma melga do Caraças".

Como estas "tiradas" estão sempre associadas a interjeições de dor, raiva, alegria ou outra coisa do género, sempre achei este reportório bastante incompleto, principalmente quando alguém quer usar uma frase mais descritiva.

Por exemplo quando estamos a falar de alguém que passa a vida a chatear-nos a "moleca", dizemos logo: Eu quero é que aquele gajo se .... Pois bem, digam-me lá  qual é das palavras acima descritas, a que fica ali a condizer? por mim, não encontro nenhuma.

Felizmente o nosso Primeiro Ministro, com aquela história da refundação, veio dar uma ajuda importantíssima.

A partir de agora já dispomos de mais uma arma verbal para enfrentar e até combater os políticos, sem ter necessidade de recorrer a qualquer palavrão.

 Por exemplo, quando ouvirmos o Dr. Mário Soares a dizer cobras e lagartos da Troika, a gente diz logo: Quero que o Dr. Mário Soares se REFUNDA, porque ele enquanto governante também chamou, por duas vezes, o FMI e quase nos pôs a pão e água.

Sempre que o  Presidente da República se queixar que ganha pouco, dizemos de imediato: Que se REFUNDA o Cavaco, que ele tem uma reforma para cima de 10 mil euros por mês.

Quando a Dra. Ana Gomes vier a terreiro falar das PPP´s, surgirá logo alguém a dizer: Quero que aquela senhora se REFUNDA porque quando os corruptos do PS estiveram a encher os bolsos à conta das PPP´s, ela esteve calada que nem um rato.

E se alguém der de caras com o Paulinho das Feiras, a primeira coisa que lhe vai dizer é: Já que tu nos afundaste com os teus submarinos, então FONIX pá, quero que tu te REFUNDAS mais os teus silêncios porque o que tu queres é votos, e o Zé Povinho que se REFUNDA.

Finalmente quando, em Janeiro do próximo ano, os Portugueses consultarem a sua folha de vencimento, é ver a malta a arregalar os olhos, ficar lívida de raiva e gritar: "DA-SSSSE!!!" quero é que esta cambada de ladrões se REFUNDAM todos uns com os outros, porque esta miséria do ordenado já nem dá para bater uma Pívia.


Sem comentários:

Publicar um comentário

Introduza o seu comentário...